Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SEM ESTILO




Quero falar mas estou sem estilo
preciso saber se guardas sigilo...
irei dizer-te, mas você, no entanto
não se comova nem caias em pranto...

Aqui está teu amigo, amigo até o fim
fala desta mágoa que te oprime assim.
talvez um conselho possa dar-te
o meu parecer não irei ocultar-te...

É sobre o amor que levo em meu peito
desde que foi embora não durmo direito,
Não falo, nem como e quando eu me deito
desfaço-me em lágrimas em cima do leito!

É muito arriscado o jogo da paixão
quando se aposta com o coração...
existe um preço e uma condição:
ou calar o amor ou perde a razão!

Sem o meu amor nada faz sentido
não encontro o caminho, estou triste e perdido.
Não poço viver sem a minha amada
sou como uma árvore que está cortada...

No entanto uma árvore que está caída
e sua raiz na terra já envelhecida,
Sua base cortada, tão desfalecida
ao cheiro das águas se renova a vida!

Sem ela na vida não há aventuras
somente tristeza, somente amarguras!
As águas profundas do meu oceano
reclamam a presença da mulher que amo!


O que são as águas para você?
É um novo amor que logo irá nascer
Ande como um homem, teu coração profundo
tão grande, tão belo vá dizer ao mundo!
Rondônia
Enviado por Rondônia em 20/10/2006
Código do texto: T269014
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rondônia
Marilândia - Espírito Santo - Brasil, 33 anos
2 textos (47 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 09:06)