Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Canino

Hoje não há calor,
Vento, pedra e areia.
Há fogo à caminho,
Canino furor de alcatéia.
Há penhascos e ressaca,
Um porre, vento e água,
Um lento rugir de ar.

Hoje não há canto,
Lamento, festa e lareira.
Há um tolo faminto,
Fedendo à suor e saliva,
Há uma sombra velando o luar,
Um uivo à noite nefasta,
Um lobo clamando seu par.

Hoje não há como escapar,
Sangrando a peste caminha.
À tua sina teu canto
Sedento, à clamar tua alma.
Um passo, pele, garra,
Um beijo à tua boca, mata,
Um pecado solto no ar.

Hoje, tens no tempo teu fim.....
Antonio Antunes
Enviado por Antonio Antunes em 22/10/2006
Código do texto: T270576
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Antonio Antunes
Reino Unido, 41 anos
41 textos (868 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 22:36)
Antonio Antunes