Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desistir, jamais

Sigo em frente, mesmo cansada
Cambaleada em meus próprios passos
Continuo adiante, mesmo devagar
Porque sem tentar, não sou feliz

Corro em busca do improvável
Mesmo sendo quase impossível chegar lá
Canso, choro, mas não paro
Porque pára de viver, quem pára de lutar

Sorrio, mesmo à frente da tristeza
Porque sei que mais triste não hei de ficar
Nado, mesmo contra a correnteza
Pois mais se cansa quem esquece de ousar

E sei que em um momento, mesmo fatigada
Em horas duras ou pesadas
Em minutos cruéis e exaustivos
Simplesmente direi: consegui!
E aproveitarei em longos anos
A recompensa de tantos segundos
Daqueles dias em que não desisti
pann
Enviado por pann em 24/10/2006
Código do texto: T272668
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
pann
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 34 anos
28 textos (4336 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 20:32)
pann