Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Você






Eu sofro no esconderijo aberto
Eu morro no vento que não faz nem poeira
Das fábulas apenas contos
O sol secou tudo deixando marcas
Magoas encontradas dentro do lado de fora
Corte profundo na vida
Deixou sangue onde só ficaram as realidades
Tristeza de um sonho bom
Tentando imprimir a vida
Rabisco os anos colocando tinta nos dias
Pobres curiosos de nós
Que só vemos tudo em um assalto a mão armada
Das categorias nem as classes
Ficando a beldade absurda


Elton
SEM CRISE
Enviado por SEM CRISE em 01/11/2006
Código do texto: T279699

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
SEM CRISE
São Paulo - São Paulo - Brasil, 35 anos
159 textos (5675 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 06:50)
SEM CRISE