Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMARGURADA SOLIDÃO

Apenas eu,
um mero ser errante
que segue o seu destino,
p´las ruas
de bravas amarguras
com o pensamento distante...
Por longas caminhadas
fui passando
por ruas e vielas
tão escuras
quanto eu...
Como companhia
outras almas em euforia
pobres coitadas!!!
como eu...
nem sabem o seu destino!!!
E,com longos passos
sigo o meu caminho...
É a história de quem nada tem
nem já mais alguém!!!
Triste a sorte
de quem padece
como quem
espera alguém
e afinal...
nada acontece!!!
Eu,
triste ser errante
alma negra
sem eira nem beira
coração amargurado,
incompreendida,
mal amada,
já nada mais espero,
só apenas...
as penas que Deus me deu!!!

Vi Santos
Enviado por Vi Santos em 05/11/2006
Código do texto: T282869
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Vi Santos
Portugal
7 textos (719 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 16:45)
Vi Santos