Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ser(humano)

Ser(humano)
                                             
Da janela, me vejo
Caminho a passos lentos
Acerto às vezes, outras tantas erro.
Choro, lamento, esbravejo
Em sonoras notas musicais
Acredito, tenho fé, me assumo
E nessa fé, Te encontro
Sem censura me acolhe
E me gera e a mim revela
Transformando-me.

Encontro-Te..... falo e me escutas....


Da janela, me vejo
Caminho a passos largos
Acredito, faço plano, comprometo
Desabo-me, estou sagrando
Cai por terra todo o sonho acabado
“Gira a vida como um aviso
Que meu peito é seu abrigo”
E volto a acreditar
E nessa crença, Te encontro
Sem censura me acolhe
E  me gera e mim revela
Transformando –me.

Encontro-Te......  falo e me escutas...

Da janela, quero ver-me
Em horizontes esbranquiçados
Por do sol avermelhado
Revelando o Criador
Em sorrisos de crianças
Em jovens com esperanças
Velhice sem muita dor
E nesta esperança de poeta, Te encontro
Sem censura me acolhe
E me gera e a mim revela
Transformando-me.

Te encontro.... falo..... E me encontro.

Perpétua Amorim
Enviado por Perpétua Amorim em 06/11/2006
Código do texto: T283861
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Perpétua Amorim
Franca - São Paulo - Brasil
145 textos (4174 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 23:13)
Perpétua Amorim