Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eterno

Inebriantes calices da morte,
Que no crespúsculo irradiam,
Toda dor,
E Toda agonia!

A fúria dos seus,
Transcende os sóis,
E fazem-se perder,
Qualquer sentido.

E destes cálices,
Sobram poucas coisas,
Poucas mesmo,
Geralmente, melancolia.

E queixa-se o principe,
Pois atenta-se contra si,
O mal dos amantes,
Que nos brinda com a eterna agonia..
Kahn
Enviado por Kahn em 07/11/2006
Código do texto: T284969
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Kahn
Chapecó - Santa Catarina - Brasil, 30 anos
81 textos (2900 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 14:04)
Kahn