Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nunca

Nunca estive tão perdido
dos caminhos que cruzei
dos labirintos que perdi
das estradas que errei

Nunca estive tão sofrido
dos sonhos que despertei
dos abismos que causei
da realidade que criei

Nunca estive tão cansado
das lutas que vivi
das guerras que travei
das punições que recebi

Nunca estive tão lacrado
das portas que fechei
dos gestos que contive
dos pensamentos que pequei

Nunca estive tão assim
dos passos que percorri
dos desejos que acordei
das batalhas que sofri
das palavras que guardei

Tanta companhia e tanta solidão
Tantos sonhos e tão pouca realidade
Tão pouca felicidade e tão pouco perdão
Tão poucos desejos e tanta emoção...
Tom Alves
Enviado por Tom Alves em 07/11/2006
Reeditado em 16/03/2010
Código do texto: T285052

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Tom Alves
Salvador - Bahia - Brasil
22 textos (564 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 23:05)