Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

HARAKIRI

Quando minha poesia
não arrancar mais um ai
de susto,surpresa ou alegria
e nem fizer mais uma rotação
na transformação

Espero que ela se toque
em sua calda-cometa
um harakiri
porque perdeu o significado

A quem possa ler seus restos
i mor(t)ais vislumbre
o branco do silêncio
o inexprimível
o soluçar do vento
o tilintar dos espaços
a fé no pé
a mão na tábua

Assim
o ser
o acaso
se distribua
escasso das palavras
no ocaso



Helena Istiraneopulos
Enviado por Helena Istiraneopulos em 08/11/2006
Código do texto: T285916

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Helena Istiraneopulos
Estados Unidos, 45 anos
256 textos (19045 leituras)
2 áudios (240 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 10:39)
Helena Istiraneopulos