Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Liberdade

Liberdade

Dá licença!
Permitam-me despir meus preconceitos
Arrancar aqui e agora todo o ranço impregnado
Que carrego comigo desde que nasci.

Dá licença!
Quero fazer faxina nos meus sentimentos
Jogar fora tudo que não presta
Expurgar os insetos que há em mim
E que consomem aos poucos minha lucidez.

Dá licença!
Deixe que eu trace o meu caminho
Do meu modo, do meu jeito.
Sem recitas prontas, sem formulas milagrosas.

Dá licença!
Quero dançar no meio da rua
Andar cantarolando e chutando pedrinhas,
Subir no alto da jabuticabeira
E feito criança, jogar as bolinhas no telhado.

Dá licença!
Quero correr na chuva
 Molhar a barra da saia na enxurrada
E ver o meu barquinho de papel
Indo longe... longe.

Dá licença...
Para que eu possa ser feliz!!

Perpétua Amorim
Enviado por Perpétua Amorim em 14/11/2006
Código do texto: T290948
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Perpétua Amorim
Franca - São Paulo - Brasil
145 textos (4174 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 04:50)
Perpétua Amorim