Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dois

... eu trazia a marca dos rebeldes, dos que arrancam
a raiz da sensatez
e desabrochava diante dos seus olhos
estranha flor que você desconhecia...


Dentro de mim habita um dragão
e em fogo e chama, chama
vive ao lado, ao alcance da mão
espelho de dentro que flama
Dentro de mim habita uma flor
e em perfume acaricia, carícia
pétala suave, trânsito de amor
nada de tristeza ou de malícia
Dentro de mim há o desconhecido
que furta em silêncio, silencia
imanta a alma ao tempo ido
traz um passado que distancia
Dentro de mim há o movimento
sublime subliminar, sublima
a linha tênue do envolvimento
da paixão que nos reanima
Dentro de mim habita a dualidade
necessária ao que se quer, querer
ofertar um pouco de felicidade
no dúbio dual que é esse viver.
Maria Quitéria
Enviado por Maria Quitéria em 14/11/2006
Código do texto: T291284

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (http://recantodasletras.uol.com.br/autores/mquiteria). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Quitéria
São Paulo - São Paulo - Brasil
1098 textos (344679 leituras)
1 áudios (2463 audições)
4 e-livros (3952 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 04:06)
Maria Quitéria