Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Chuvas de verão

Hoje o céu despencou em prantos
E a chuva fria fluiu na areia
Com seu lamento que semelha cantos
De hipnóticas, pérfidas sereias

Úmido batismo, estranho, anuncia
A chegada de um tórrido verão
A tudo molha e a tudo esfria
Até o mais quente coração

Agora vem essa ventania
Por entre nuvens relampejantes
E uma tempestade logo se apronta...
A natureza em forças desafia
Com os castigos mais fulminantes
Quem ao seu poder ousa e afronta!






*Imagem de domínio público. Tosawier's streams.
Edmar Claudio
Enviado por Edmar Claudio em 15/11/2006
Reeditado em 15/11/2006
Código do texto: T291938
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Edmar Claudio
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil
217 textos (25401 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 15:13)
Edmar Claudio