Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Indivíduo PADRÃO



Não temos proteção
Somos seres solitários
Andamos pelas ruas
Vigiando todos os lados

Nós somos todos mudos
Nesse mundo de falantes
Conversamos no escuro
Ouvimos como surdos
Nós somos todo o mundo

Somos feito cromossomos
E como somos
Atendemos a pedidos
Mas não somos atendidos

Seres coordenados, solitários perturbados
Nós compomos a canção do povo indignado
Indigna nação de povo abandonado

Se eu bebo coca-cola
Eu sou alienado
Se fumo baseado
Sou marginalizado

Eu sou mais um
Nesse sistema
Não me envolvo
Nos teus problemas

Eu sou igual
Sou diferente
Sou arbitrário ou conivente
Eu sou mais um na multidão
Que diz o sim
E ouve o não

Pauline Campos
Enviado por Pauline Campos em 17/11/2006
Reeditado em 17/11/2006
Código do texto: T293696
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Pauline Campos
Itabira - Minas Gerais - Brasil, 33 anos
12 textos (601 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 00:28)