Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meu vôo sem asas

Eu choro pelo leite derramado
e corro por um beco sem saída
Eu aposto em um dado viciado
e só acordo depois do meio-dia

Eu rejeito quem me ama
Eu amo quem me rejeita
Escrevo errado por linhas retas
e tento pousar meus sonhos

Poetizo sem palavras
resisto sem esperanças
O mundo está ao avesso
ou foi eu que me contrariei?
Sofia Garden
Enviado por Sofia Garden em 23/11/2006
Código do texto: T298811
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sofia Garden
Teresina - Piauí - Brasil
97 textos (4330 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 02:33)
Sofia Garden