Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

De que dor eu venho?

Ah, de que dor eu venho, assim, pedaço
que, do que fui, chego a ti tão nada?...
que mares cruzei, que caminho, que espaço
de coração urgente e alma descompassada?...

E, agora, para ti, o que eu digo ou faço
que justifique a tua espera desesperada?...
que olhar te dou, que beijo, que abraço
se é tão pouco o que te traz minha chegada?...

De que desesperos eu venho, de que breus,
de que tenebrosos rumos, de que umbrais
que tão longe meus sonhos deixei dos teus
e, louco, condenei a tua certeza aos ais?...

E por que venho reacender os madrigais
se, em mim, o que foi luz já se extenua;
se tu mereces o riso, a vida e muito mais
e se eu só mereço morrer de saudade tua?...

Marinhante
Enviado por Marinhante em 24/11/2006
Código do texto: T299837
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marinhante
Rio Grande - Rio Grande do Sul - Brasil, 73 anos
114 textos (1409 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 13:02)
Marinhante