Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Diamante negro (poesia em diamante)

                          Prazer,
                     vermelho e fugaz,
            lapidou-se, elevou-se e enterrou-se
        em paixão e em corpo, em ferida e em carne,
           até inflamar-se, inchar-se e abrir-se
                  em negras e sangrentas
                          Dores.
MariaLia
Enviado por MariaLia em 25/11/2006
Código do texto: T300698

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Citar autoria e site de origem). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
MariaLia
São Paulo - São Paulo - Brasil
22 textos (1044 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 00:36)
MariaLia