Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ode à Música

Musa das Artes, Deusa
Do som que brota no eterno
E desce em cascata para o instante,
Límpido e em espuma.

E que encharca o fino cinza da manhã
Com o preciso timbre da voz
Clara e doce que, de linda,
Faz nascer o Sol.

Tão nobre sentido, verte
ruídos em lágrimas
e converte ondas ao vento
em cálidas rosas de fogo.

A ti, reverência
e desejo,
e a gana de sentir mais uma vez
a pulsação definitiva da tua melodia.

Se canta bemol,
Faz nascer o Sol.
Se dás sustenido,
Tão nobre sentido.
Thiago Salinas
Enviado por Thiago Salinas em 02/07/2005
Código do texto: T30430
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Thiago Salinas
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 35 anos
40 textos (15563 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 08:41)
Thiago Salinas