Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VISÕES HORRÍVEIS

Descarnados seres
caminham em busca do sol
sob uma nuvem de medo, de chumbo
Mortas paisagens criam dramas
Não há mais distante pensamento
que o sossego neste enxame
O sangue espalha-se entre as pedras
das ruas onde, a liberdade estrangula-se
antes de nascer
onde os ratos levam ligas de latão
e dormem encolhidos sobre os membros
Amputados membros dum povo
no limiar do seu pôr-do-sol
Horríveis visões
magoam...fazem sofrer
pelos corpos amados, que
enchem tumbas, em caminhos de sangue
E o pranto a bolorecido de séculos
persiste com a luta duma utopia
verte-se continuamente enquanto
sonha com novos amanheceres
Onde o homem
não mande no homem
Cruz Martinez (da Galiza)
Enviado por Cruz Martinez (da Galiza) em 19/06/2011
Reeditado em 19/06/2011
Código do texto: T3044597

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cruz Martinez (da Galiza)
Portugal, 57 anos
18 textos (305 leituras)
2 áudios (37 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 11:36)
Cruz Martinez (da Galiza)