Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

BRINCAR

O final dos tempos se repete a cada dia,

não há paz
nos infinitos cantos do mundo.

Já pensou em deixar a criança sair?

Não. Não pensou.

Não se pensa mais em liberdade,
agora só se pensa em voltar.

Entrar e fechar bem a porta, eis a verdadeira aventura,
o prazer alucinógeno de viver.

Estendo minhas duas mãos para ti e peço para que sentes ao meu lado

no sofá encardido
sob o quadro falso
ao som da novela

nos basta.

Quem sai, agora, é o invísivel que mora no sonho;

E aqui dentro ficamos a brincar.

*www.mulherdesardas.weblogger.com.br*
Mulher de Sardas
Enviado por Mulher de Sardas em 30/11/2006
Código do texto: T305766
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mulher de Sardas
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 36 anos
50 textos (9999 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 06:50)
Mulher de Sardas