Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Depois do Fim

Mesmo sabendo que o  mundo
Poderá ter desabado
Quando estiver falado,
Mesmo sendo um moribundo,
Acabando sendo um segundo,  
Paralisado e calado.

Talvez seja melhor assim,
Abaixando o sofrimento,
Colocando-me ao relento.
Com você longe de mim,
Onde eu já estava no fim.
No confim do sentimento....

Desafiando o Inferno e o Céu,
Com minha honra inegável,
Com o amor incontestável.
Agora, poeira ao léu
Estou na lua cheia no véu,
Triste fim inigualável.
Serafim da Mágoa
Enviado por Serafim da Mágoa em 02/12/2006
Código do texto: T307767
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Serafim da Mágoa
Ribeirão Preto - São Paulo - Brasil, 29 anos
22 textos (802 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 23:19)