Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Continuam novas guerras

a roubar sonhos, a rasgar sorrisos
Os ventres da discórdia continuam a parir fetos deformes
monstros
que logo crescem e inventam novas maneiras de matar
O mundo chora
impotente lança lamentações, evoca
quase não sonha
Desconhece a sensação de amar
a decepção é palpável
vaga...
homem, aprendiz de pássaro
O pessimismo disfarça facções
Inevitáveis conclusões
batem na alma
Quando não existe a luz
o terror e a morte, sádicos
amantes
emparelham-se e engendram
desastre após desastre
Cruz Martinez (da Galiza)
Enviado por Cruz Martinez (da Galiza) em 15/08/2011
Código do texto: T3161373

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cruz Martinez (da Galiza)
Portugal, 57 anos
18 textos (305 leituras)
2 áudios (37 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 11:36)
Cruz Martinez (da Galiza)