Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cavalgaria da procura possível

Cavalgaria da procura possível

                                                     Amael Oliveira*

Gosto de cavalgar
Pelo céu quase só nosso com meu corcel de sorvete;
Vou ao canto mais extremo do nosso céu de papel crepom.

Peço a noite para abençoar os corações feitos de odisséia de sonhos.

Ninguém viu, mas eu notei.
Todos não perceberam, mas eu me assustei com o escandaloso
Grito de teus olhos profundamente encortinados de esperança.

Certamente que precisasse cantar uma canção com olhos cheios de vida.
Precisasse  me rasgar em muitos pedaços de papelão
E me lançar por entre as janelas de tuas asas de Ícaro.

Durmo hoje para acordar no outro dia antes de ontem.

Eu ainda te procuro, pedaço luminoso de vida.
Pelos céus de águas brilhantes,
Eu te busco.


* Estudante do Curso Letras/ Português da Universidade Federal de Sergipe (UFS)
Amael Oliveira
Enviado por Amael Oliveira em 15/07/2005
Reeditado em 27/09/2005
Código do texto: T34491

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Amael Oliveira
Aracaju - Sergipe - Brasil
70 textos (36648 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 20:21)
Amael Oliveira