Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nos braços de Sta. CECÍLIA


Por Sta. Cecília, e
Com Cecília:
Tantas e quantas vezes transpus o vale e a vida.

Quando me faço passado;
No Anhangabaú descortino
Suas longarinas abraçando a avenida

Como se sua única razão de existir,
Fosse o direito de se prostituir em metálica vaidade
Perpetuando a robustez da centenária juventude
Que se fez cartão postal da cidade.

As curvas do engenho metálico
Só Drumonnd melhor saberia poetar.
A ferrugenta pele que o orvalho acaricia
Só artesão do pichar teima molestar.
Antonio Virgilio Andrade
Enviado por Antonio Virgilio Andrade em 19/07/2005
Código do texto: T35666
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Antonio Virgilio Andrade
Riacho Fundo - Distrito Federal - Brasil
152 textos (16229 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 20:34)
Antonio Virgilio Andrade