Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tradutora de sentimentos

Olha o céu que lhe acerca
E para o tempo admirando,
Asas prontas na janela,
Alma doce delirando.

Perde as horas em silêncio,
A mudez tanto lhe instiga:
O aroma suave e hortênsio
Da monotonia que não fadiga.

Busca longe, em outros mundos
O que talvez lhe falte aqui,
Mas nem chora tão profundo
Pois nem seu choro sabe sentir.

Na madrugada, as horas passam
E por momentos pensa cair;
Por tão longe já voavam
Seus pensamentos a lhe nutrir.

Por fim adormece da fantasia
E já não lembra se caiu,
De tantas asas que a alma lhe abria,
De tantos sonhos que no corpo se despiu.

Seu corpo, à terra descia,
Se perdera entre as monções;
Sua alma, ao céu subia,
Se convertera em emoções.
Vitor Barros
Enviado por Vitor Barros em 26/07/2005
Código do texto: T37892
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vitor Barros
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 29 anos
26 textos (1396 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 09:30)
Vitor Barros