Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A REVOLTA

A revolta guarda o medo quando choras
Espelho da magoa, mãe da tua indignação.
Nos olhos o silêncio estampado no coração
Como se a juventude fosse um ancião que te implora.

A insensatez grita e a melancolia te consola
Sob a luz da covardia, escondida na solidão.
Saciado ainda guarda insatisfação,
Ignorado ainda ignora.

Blasfema tudo que o abençoa,
Resignado ama e amaldiçoa
No rio por onde navega a irresponsabilidade.

E sem alma aconselha cada pessoa
Vivendo pouco a pouco do grito que ecoa
Preso na garganta da tua própria mediocridade.
BOSCO
Enviado por BOSCO em 10/02/2005
Código do texto: T3872
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BOSCO
Manaus - Amazonas - Brasil, 55 anos
21 textos (17907 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 30/09/16 00:13)
BOSCO