Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Única palavra

Uma única palavra
Sentada em cadeira de madeira
Observando o poeta
Contorcendo-se ao tempo...

Idas e vindas...desvairados versos
Poeta e papel, cumplicidade brilhavam,
Conversavam tudo
Nasciam versos novos,
Ele enlouquecia;
Último verso se formava,
Faltava-lhe uma palavra,
Uma que apaixonava...mas não via:
Buscou, cantou, até batucou
nada... último verso incompleto.

Uma única palavra
Sentada em cadeira de madeira
Observando o poeta
Apaixonou-se;
Dissolveu-se no papel
Completou o poema ...
'Amou'.
Pupila
Enviado por Pupila em 10/02/2005
Código do texto: T3926
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Pupila
São Paulo - São Paulo - Brasil
652 textos (20913 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/09/16 05:43)
Pupila