Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PEREGRINOS DO TEMPO


 
Somos caminhantes das florestas, matas,montanhas,
de todos os caminhos onde somos chamados
pela Mãe Terra.
Somos os guerreiros da paz, da cura, do amor.
Hoje jogamos nossas lanças ao chão,
nossas armas ao vento
e seguimos os elementos da terra
sempre em busca de levar a palavra da paz,
do amor, a cura natural, pois ela se encontra
dentro de cada um.
Assim vivemos hoje o nosso peregrinar
Somos considerados xamanicos,
de almas pura,
não os feitos pelas leituras do homens
que tentam deturpar nossos verdadeiros
ensinamentos.
Somos da fogueira onde dançamos ao som
do tambor até elevarmos em extase divino
onde se torna mais fácil o viajar
e ir de encontro daqueles que de nos necessitam
para um alivio da dor física ou da alma.
Carregamos nomes de animais,
pois cada um carrega uma energia,
uma sutileza e maneira de guerrear.
Dificil de sermos compreendidos pelos homens
que não acreditam no nosso poder.
Mas somos velhos e nossos ancestrais nos deram
o dom de sermos o que somos e assim
passamos de pais a filhos.
Hoje a humanidade nos aceitam mais
nos procuram nas florestas
quando querem a nossa essencia pura
ou dentro de consultorios,
pois já existem medicos xamanicos
para a cura da alma.
Temos a nossa roupagem definida,
natural e quando caminhamos
de encontro ao vento
nada levamos a não ser nossa alma livre
para o fluir ser mais forte.
Não há necessidade de temer
um xamã, pois o verdadeiro
não carrega ódio dentro de si,
mas somente amor a dar.
É justiçeiro e fiel.
É amigo e nunca desampara os necessitados.
Perambula em eterna doação de si
tentanto elevar a energia do planeta terra,
induzindo os homens a lutarem pela tua mãe
que pede e suplica por piedade,
pelos rios, matas e florestas sendo devastadas,
pelo reino animal morrendo impiedosamente.´
Essa é uma de nossa missão aqui no planeta.
Trabalhamos com a energia que rege o universo,
pois somos filhos dele.
Somos caminhantes das madrugadas,
onde podemos sentir a natureza em suavidade,
o luar que nos conduz e nos ilumina e fortalece.
Afinal somos os peregrinos do tempo sem tempo
e quando necessitares  da nossa energia
chame pelo teu animal qua mais se sente
atração e atraves dele estaremos em energia ao teu lado,
trazendo a paz, a cura, a alegria.
Somos do amor e queremos ser irmaos de todos
e voltarmos as nossas raizes
unidos e fortes e lutando cada dia mais
pela Mãe Terra.
 
Eu sou  Águia Dourada, pedindo passagem.
13.02.05
04.33
zelisa camargo
 
 
ZEL
Enviado por ZEL em 13/02/2005
Código do texto: T4358
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
ZEL
Aparecida de Goiânia - Goiás - Brasil, 69 anos
311 textos (33936 leituras)
8 e-livros (803 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 04:21)
ZEL