Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DOCE VAMPIRA

NÃO ESPERE QUE EU CHORE
PELAS SUAS NOITES EM CLARO
SEU DIA È COMO MINHA VIDA VIDA
E SUA NOITE È COMO MEU ORGASMO
SUA SEDE DE SANGUE È MEU DESEJO DE POSSUI-LA
ME MORDA E DESFRUTA DO MEU SANGUE GELADO
PORQUE QUERO SER COMO VOCÊ

VENHA E ACABE COMIGO
ME DEIXE PALIDO
ME MOLHE COM SEU SUOR MANIACO
SEU BEIJO ME DEIXA LOUCO
E EU GEMO DE PRAZER
VENHA PARA MIM CABELO DE FOGO
MAS NÃO ME OLHE COM UM OLHAR FAMINTO
OU EU ACABO COM VOCÊ COM UMA TRANSA SELVAGEM

NÃO OLHE PARA OS OUTROS PORQUE ME RECUPERO FÀCIL
E LOGO VOCÊ TERÀ MEU SANGUE NOVAMENTE
NÃO SE ESQUEÇA QUE AGORA VIREI UM VAMPIRO
E SOU COMO VOCÊ
QUERO SEU SANGUE, SUA CARNE
QUERO TE DESEJAR PARA SEMPRE
MINHA DOCE VAMPIRA
SOMOS DIFERENTES AGORA
SOMOS IMORTAIS

ME ABRACE
È QUE ME SINTO TÃO BEM AO SEU LADO
AGORA SÒ TENHO VOCÊ VAMPIRA
MINHA DOCE
MULHER VAMPIRA
kurt
Enviado por kurt em 24/08/2005
Código do texto: T44707
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
kurt
Berilo - Minas Gerais - Brasil
1 textos (83 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 13:16)