Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Chegada à Marina




Meus veleiros navegavam vagos,
Em marés desconhecidas por mim.
Novas e estranhas marés,
Adiantes do meu mar amante,
E num diverso mar de versos
Meus veleiros avistaram uma ilha,
Uma ilha que não estava no mapa.
Uma ilha de brisas raras,
Ilha de selvas cheias e praias leves.
Meus veleiros, quais meus sonhos,
À procura de uma encosta,
Viram uma marina na nova ilha.
Uma marina retirada de um Monet.

Baixadas as velas, abertos os olhos...
E com as almas ansiosas por repouso,
Meus veleiros encostaram-se na marina.
E a marina sorriu para mim,
Contente com minha chegada.
Felipe Melo
Enviado por Felipe Melo em 16/02/2005
Código do texto: T4528
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Felipe Melo
Recife - Pernambuco - Brasil, 35 anos
38 textos (3521 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 01:21)