Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Caravana de ilusões

Daqui de Mar Grande tudo parece Salvador Dali
Essas nuvens dissolvendo
E a Velha Cidade derretendo-se no horizonte
E as luzes penetrando nos meus olhos
Muda toda a minha concepção cromática

Nas minhas artérias correm gazelas escarlates
Desembestadas
Talvez isso seja o amor
A quimera de quem não ama é acorrentar as gazelas
Impedir que o sol namore deliciosamente o mar da Baía

E amar é bom...
As ondas beijando a areia branca
E o amarelo do sol sair para dormir
E deixar o cobertor sobre a lua

A quimera de quem não ama é calar a onda percussiva dentro do peito
Impedir que o tamborim
Transforme todo o nosso corpo
Num domingo de carnaval

Para quem ama o tempo persiste...
Persiste em passar rapidamente
Perde-se o relógio
A dimensão
Vem sol lindo...Vai...
Mas virá aquela lua deixando a sua marca no espelho d’água
O bom de amar...
é trair o sol
Namorando a lua.
Deijair Miranda
Enviado por Deijair Miranda em 26/08/2005
Código do texto: T45333
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Deijair Miranda
Pojuca - Bahia - Brasil, 41 anos
116 textos (5514 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 04:53)