Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Arauto

O Cardeal pousou na minha janela
Anunciando o novo dia
O dia seria de sol
E a noite de lua cheia

O Canário me contou a lista de sonhos
O que iria ocorrer
Como e porquê

O Curió cantou uma canção
Com acordes melodiosos
Enchendo a manhã

O Sofrê falou sobre os homens
E as suas incríveis máquinas
Máquinas de matar

O Papa-capim falou assim
O homem é o dono do canto
O dono das vidas
O causador das mortes
Aniquilador dos sonhos

O homem não gosta do novo dia
Vinga-se matando os arautos.
Piu!
Deijair Miranda
Enviado por Deijair Miranda em 28/08/2005
Código do texto: T45826
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Deijair Miranda
Pojuca - Bahia - Brasil, 41 anos
116 textos (5514 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 02:49)