Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ciranda de sentimentos




Mundo, como posso decifrar-te,
se ao menos sei quem sou
Há uma luz no fim do túnel, mas eu nunca chego lá
O brilho da vida só existe em dias de Sol
Diante das nuvens a luz não chega ao meu coração


O sentimento que me faz
É a mão que me guia , para caminhos resplandecentes
Até o mais alto da montanha
É a mão que me guia para o mais fundo do abismo
É entre o céu e o inferno que eu vivo

Se a cada lágrima  eu pudesse alcançar o paraíso
Eu estaria dançando a valsa dos anjos
Mas eu nem ao menos sei quem sou
Será que sei da onde vim e pra onde vou?

Meu mundo é só meu,será que existe o amor?
O que é amar? Sofrer, perdoar?
Amar será a alegria de compartilhar?
Amar é deixar a vida nos levar
Será que amor é uma herança,
Ou apenas um sonho de criança?

Amar é viver,viver é amar, o que é a vida?
Correr atrás de um tesouro, de nosso coração.
Passamos a vida procurando não sabemos o quê,
nem onde ,por isso não encontramos.
Ficamos frustrados e sonhamos em casar nossos filhos!


Vivemos na ignorância, mas quem pouco sabe é feliz
Estrelas mágicas, campos encantados, Papai-Noel
Estão bem debaixo do nosso nariz.
Somente almas puras sentem, como as das crianças
Quem nunca conversou com os anjos?

O silêncio é uma prece
Rezaremos até sermos atendidos
Silêncio
Calar é saber falar somente com os olhos
Será que nem ao menos sabemos quem somos?
Mariana Piolla
Enviado por Mariana Piolla em 03/09/2005
Código do texto: T47429
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mariana Piolla
Jundiaí - São Paulo - Brasil, 31 anos
2 textos (151 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 14:31)