Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Aridez?...


Poucos, na vida tiveram o amor que sonhou...
Se este for seu caso, amigo, sinta-se feliz...
Goze, corra, grite ao mundo porque sua
felicidade é real e invejada...
Porque na vida, muitos, como eu,
choram o amor perdido,
o amor que não tiveram e que talvez,
nem sequer tenha existido,
senão numa forma virtual, platônica, irreal...

Muitos, como eu, não tiveram o prazer de
de amar e ser amado...
Outros, pior, desta vida se foram,
sem ao menos conhecer esta forma
plena de viver...

O amor, meu amigo, não se planta,
não se compra e não se colhe...
Ele nasce no infinto do nosso intimo,
e contrariando as leis físicas,
quanto mais tentamos erradica-lo, mais
se entranha e se enraíza...

O amor nos alimenta, nos fortalece,
nos envolve, nos motiva...
Pena que não posso sentir nenhuma dessas
sensações...
Minha juventude foi castrada,
e o amor que minh'lma experimentou...
Que pena... experimentou sozinha...
João de Assis
Enviado por João de Assis em 19/02/2005
Código do texto: T4755
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
João de Assis
Cruzeiro - São Paulo - Brasil, 70 anos
15 textos (1442 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 00:52)