Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema Indiscreto

Cada qual com o Seu
Que baste assim a cada “Eu”
Apenas o que é Seu
E, sendo Teu,
Apenas o que é Seu.
Ficamos cada qual com Seu
E eu com o Meu.

Cuidado minha linda
Que na vida das paixões
Há casa de desocupados
Onde janelas espiam
e portas tagarelam
Não seria melhor pintá-las
com penas de papagaio ???

Vede bem minha querida
Com que grandes cuidados
Somos guardados
Pastores de corações alheios!
Cuidam de nossas ações
E palpitam sobre nossas emoções
De rebanho assim...
Até lobo se apieda...

Ande minha amiga!
Passe rápido pela esquina dos Conselhos
Vire a leste da rua das Opiniões
Fuja de tantos Corretos!
E afinemos nossos corações
Onde as coisas não dizem mais
Que suas sombras.


macolucci
Enviado por macolucci em 05/09/2005
Código do texto: T47812
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
macolucci
Maringá - Paraná - Brasil, 33 anos
11 textos (1148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 13:30)
macolucci