Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto De(stino)

É destino do rio correr pro mar
Espírito de liberdade; imprevisível
Vencendo cada entorno, cada desnível
Fluindo eternamente, sem nunca cansar

É destino da chuva cair ao chão
Por entre o solo encharcar de vida
o solo seco, curar velhas feridas
Prostrar-se à natureza por intuição

É destino da vida encontrar a morte
Caminho sem desvio, surpresa esperada;
mas, se no meio da vida eu tiver sorte...

Felicidade terei, e plenamente a desfrutarei
se neste caminho, encontrar a pessoa amada
Em cada lugar, o destino, sentidos eu trarei.

Marcelo Lopes e Vanessa Colichini
Um trabalho cheio de surpresas. Marcelo obrigada pelo convite de parceria nesse texto, foi uma honra!!!
bjos!!!!
NESSABTG
Enviado por NESSABTG em 07/09/2005
Código do texto: T48481
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
NESSABTG
Bertioga - São Paulo - Brasil, 28 anos
38 textos (16285 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 14:31)
NESSABTG