Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ÁGUAS DE MARÇO

Gotas preciosas que nos livra do laço, dos anzóis
e da morte.
Somos esses fantasmas à andarmos sós?
Nessas manifestações que vão criando corpo...
Chega de sermos roubados... É um toco sozinho...
Continuamos na passividade esperando as chuvas
Hoje quem espera disfarça e já dorme com as
orelhas em pé, ou simplesmente não dormem.
Maravilhosa e reflexiva é o pau é a pedra.
É o nosso caminho?
Fiz minha leitura na entoação lenta;
Estudando e discordando do objetivo...
Falando de amor e dor nesse contesto;
Da lama, é a lama, é o fim do caminho!
Que Deus te cubra de vida em seu coração.
Sentimento de luz é promessa de vida.
Que Deus nos acompanhe nessa noite
estrelada;
Sem noticias de malignos golpes!
Só restou a beleza da musa furação.
É Pedra, é pau, e o pão?
Nem pau, nem pedra.
Apenas algumas gotas dessa água
Para matar a sede de poesia.
"É pau é pedra é o fim do caminho."
Sempre com Deus a trilhar nossos caminhos.


Escrito em 12 de março de 2015, por Orlando Oliveira.

ORLANDO S OLIVEIRA
Enviado por ORLANDO S OLIVEIRA em 12/03/2015
Código do texto: T5166921
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Escrito em 12 de março de 2015, por Orlando Oliveira.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ORLANDO S OLIVEIRA
Aracaju - Sergipe - Brasil, 55 anos
824 textos (26837 leituras)
4 áudios (131 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/09/17 10:50)
ORLANDO S OLIVEIRA