Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Morte na cidade

Cantei.
E as esquinas oblíquas
se contorceram
desmascarando a rigidez fria
do asfalto noturno.
E permitindo que,
por entre as frestas quebradas,
eu visse as lágrimas
das flores
nelas soterradas.

Ninguém mais canta
(logo) nem mais as salva.
E aos poucos o mundo em que vivemos
vai trocando
:rimas e árias
por áridos campos de concreto

mudo.

(www.taticastro.blogger.com.br)
Tatiana Castro
Enviado por Tatiana Castro em 22/09/2005
Reeditado em 22/09/2005
Código do texto: T52618
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tatiana Castro
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 35 anos
14 textos (560 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 18:21)
Tatiana Castro