Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Alma (5)

______________________Alma 5


O meu olhar em volta
fez-se rupestre de ler as sinas
tatuadas na pele
da falésia dos tempos.
Retive, por instantes,
a acepção imperativa
daquele memorando milenar
já para amanhã;
Aí adiante alberga-se
o próximo desígnio:
Procurar respostas
nas histórias do vento;
ler toda a existência
e o quanto de indiciante
de qualquer ritual a partir
do desabrochar da flor.

Detecto uma esperança
que se obstina em fluir
como água de um rio
mas sem qualquer leito
ou efeito condicional.
Esperança fluida, mas nada
que não se abarque
mesmo só com as mãos...
nada que não nos banhe
de corpo inteiro.
Um fluir feito premência
e a ficar-nos os olhos
perdidos em remoinhos
junto à margem,
a ficar-nos a alma suspensa
do sobressalto que nos assiste
no decurso de uma vida.
.
_________________LuMe
Luis Melo
www.lumelo.com
Luis Melo
Enviado por Luis Melo em 26/09/2005
Código do texto: T53950
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Luis Melo
Portugal, 59 anos
64 textos (2257 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 12:36)
Luis Melo