Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Navegando

Eu não quero viver um mero amor platônico
Não ser correspondido é por demais irônico
Pois, isso não me faz feliz nem me inspira
Dispenso o engodo e abomino a mentira
Fujo da inútil ilusão que faz da fantasia
Uma esperança que morre a cada novo dia
Quero o real, o toque e o prazer da carícia
A língua buscando provar o saber da delícia
O passeio suave da minha mão na pele macia
Ouvir a sua meiga voz quando me arrepia
Ao sussurrar: "vem!", bem junto ao meu ouvido
E falar de certas "coisas", das quais duvido
Que um dia eu pudesse pensar em resistir
Amo sua irreverência quando a vejo sorrir
Mostrando feliz esse seu lindo ar de menina
Com tanta alegria que até me contamina
Revela-se de um jeito tão sensual e feminino
Que cruza minha vida e muda o meu destino
Deixa o meu corpo inteiramente excitado
Qual um barco em chamas desorientado
Navegando à  deriva por esse mar aberto
Ardendo de paixão e desejo indescoberto.
Heldemarcio
Enviado por Heldemarcio em 28/09/2005
Código do texto: T54549

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Heldemarcio
Recife - Pernambuco - Brasil, 54 anos
48 textos (1430 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 13:29)
Heldemarcio