Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ode à primavera

Com essa língua cheia de palavras
Embrutecidas por cafés e nicotinas
Bolino displicentemente
Frestas vespertinas

Acaricio as arestas dessa tarde
Deliciosamente chuvosa
Ardorosamente gentil

E arranco-lhe por entre as pernas
Aos gemidos
Uma rima pobre
Quase primaveril
luana vignon
Enviado por luana vignon em 30/09/2005
Código do texto: T55241
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
luana vignon
Araçatuba - São Paulo - Brasil, 35 anos
19 textos (1404 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 13:36)
luana vignon