Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Devaneio bêbado

Com versos bêbados
Investigo meu coração
E especulo minha razão
...Será uma carta de amor ???

Pergunto-me pessoalmente a mim mesmo, se
O amor é cravo que se colhe em dias chuvosos, e
A vida uma circunstância de não sonhar
Talvez devesse começar a poesia pelo titulo...

Como borboleta por uma janela
Entraste em meu quarto enquanto dormia
E semeaste campos de cravos em meus sonhos
Desde então, prolongo esse viver ao revés de Viver

Prolongando meus sonhos
Te revejo em chuvas de cravos
E se por acaso acordo, vejo que sonhar
Não é realidade de se estar dormindo, e sim de amar

Talvez viver ou sonhar
Não sejam mais que circunstâncias de amar
Pois, minha linda, amo-te em verdade
Seja sonho ou realidade .
macolucci
Enviado por macolucci em 30/09/2005
Código do texto: T55266
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
macolucci
Maringá - Paraná - Brasil, 33 anos
11 textos (1148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 09:37)
macolucci