Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Oração de um homem caluniado.

Senhor meu Deus,
Eu não sei se mereço,
Mas estou aqui me humilhando, Senhor.
Rogando-te seu amor e perdão,
Pois a minha coroa vem de Ti meu Deus.
E aqueles que armam ciladas contra mim não poderão roubá-la,
Eu sei Deus da minha salvação, que mesmo
Se meus exatores me chicoteiem
Com calúnias que doam em minha alma,
Cerquem-me com laços de intrigas e mentiras,
Tu Deus meu, não me abandonarias,
E serias para sempre o meu baluarte,
A minha torre, o meu alto refugio,
Pois a sua destra me guarda e me afaga,
Os Teus braços me envolvem, como de uma mãe ao proteger seu  filho,
E se minha pele queimasse, doesse o seu balsamo é derramado sobre mim,
O Seu óleo me alegra, mais que as calúnias que fazem decair o meu rosto.

Senhor, eu sei que muitas lutas e acusações passarão,
Mas tenho certeza que o senhor me livrará de todas.
Que as flechas atiradas contra mim não me feriram,
E que aqueles que buscam a minha morte serão confundidos,
Pois eu não confio no homem mas confio em Ti meu Deus,
Confio em tua graça e misericórdia,
Em sua destra sobre mim,
E no seu amor inigualável. Amém!
Douglas Q Stemback
Enviado por Douglas Q Stemback em 01/10/2005
Reeditado em 08/01/2017
Código do texto: T55391
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Douglas Q Stemback
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 40 anos
418 textos (18993 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 17:09)
Douglas Q Stemback

Site do Escritor