Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Oração de um homem caluniado.

Senhor meu Deus,
Eu não sei se mereço,
Mas estou aqui me humilhando, Senhor.
Rogando-Te seu amor e perdão,
Pois a minha coroa vem de Ti meu Deus.
E aqueles que armam ciladas contra mim não poderão rouba-la,
Eu sei Deus da minha salvação, que mesmo
Se meus exatores me chicoteiem
Com calunias que doam em minha alma,
Cerquem-me com laços de intrigas e mentiras,
Tu Deus meu, não me abandonarias,
E serias para sempre o meu baluarte,
A minha torre, o meu alto refugio,
Pois a sua destra me guarda e me afaga,
Os Teus braços me envolvem, como de uma mãe ao proteger seu  filho,
E se minha pele queimasse, doesse o seu balsamo é derramado sobre mim,
O Seu óleo me alegra, mais que as calunias que fazem decair o meu rosto.

Senhor, eu sei que muitas lutas e acusações passarão,
Mas tenho certeza que o senhor me livrará de todas.
Que as flechas atiradas contra mim não me feriram,
E que aqueles que buscam a minha morte serão confundido,
Pois eu não confio no homem mas confio em Ti meu Deus,
Confio em tua graça e misericórdia,
Em sua destra sobre mim,
E no seu amor inigualável. Amém!
Douglas Stemback
Enviado por Douglas Stemback em 01/10/2005
Código do texto: T55391
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Douglas Stemback
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 39 anos
49 textos (30666 leituras)
2 e-livros (136 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 21:06)
Douglas Stemback