Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desengano

Não há amor que nunca acabe
como uma chama que não se apague
Nem há tristeza que dure intensa
quando livre do coração, a cabeça pensa

Se é do desejo que vem a vontade
como magia ou feitiço que sempre nos atrai
Quando a paixão chega e nos invade
Traz os punhais do bem de quem nos trai

Não se pode viver cego no engano
ignorando a sábia dor que nos ensina
Farsas e palavras mentidas ano após ano
fazem do sonho, o presságio do que termina.
Heldemarcio
Enviado por Heldemarcio em 03/10/2005
Código do texto: T56225

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Heldemarcio
Recife - Pernambuco - Brasil, 54 anos
48 textos (1430 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 12:57)
Heldemarcio