Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A luz

Quantas vezes quises-te dormir o sono dos justos?
julgando ser imaculado teus atos contemporâneos, tão
explícitos a luz da incredulidade... e por mais crédulo
que seja teus olhos, não confirmas a esperança frutuosa
de estar a emular tua vida simples, quem dera pudesse
o canto angelical  ouvir, e junto aos interpretes preitear
por tua causa, fazendo com que conforte teu agitado coração
que por inúmeras vezes desiludido, busca alçar o refugio do
mérito sorrir, onde a dor no passado ficou, sem se quer lembrar
se um dia pranteou, bendito seja o bem que te fizeram...
bendito o mal que quiseram te fazer...pois do bem tiras-te
prazer, e do mal colhes-te o saber... quer seja bem...quer seja mal
eleve teus olhos, sei que são altos os montes que te antecedem
mais tais  montes tereis que transpor , e quando isso o fizer
tua vida terá um raro sabor, em teu peito sentirás mais calor
como um grito na escuridão, te ameaça a solidão
teu coração sente  o revolto  de tua vida, causando angustia e desconforto
mas descobriras que tu es uma luz primaz, e a  muitos vem iluminar
não ligue para o escuro, pois quanto mais escuro ficar mais o mundo
o verá, brilhe e seja feliz em profusão esplendida, ilumine aqueles que
lhe querem bem, não quantifique meios para aqueles que  lhe
querem mau, ate que  descubram a pessoa linda que tu és ,e
que sintam o rutilar da tua luz em suas vidas... tu es um bela  luz...
para os que te amam...e um farol para os que te magoam
não esqueças porem... ninguém jamais poderá ofuscar o teu brilho...
ilumine...

Autor Roberto Messias
lancellot
Enviado por lancellot em 04/10/2005
Reeditado em 26/10/2005
Código do texto: T56509

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Roberto Messias - www.recantodasletras.com.br/autores/lancellot). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
lancellot
São Paulo - São Paulo - Brasil, 44 anos
14 textos (1545 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 16:37)
lancellot