Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Caminhos e sobressaltos

Trafego sem nenhuma intimidade
do seu corpo nu para a poesia,
a economia e a feliz cidade

Meus olhos nada vêem
apenas vultos que ficaram no passado
aparecem vez ou outra
- uns até que ficam –
e a transformam como poucas

São poucas as roupas que me cabem
as cores sutis, são verdes,  são azuis
cetim é o forro do paletó rasgado
o pouco que roubaste de mim

Trafego sem nenhuma intimidade
do quarto escuro para a claridade
agora vejo apenas o que tem na frente
e nem tente, mas vá adiante
fique por demais contente se
conseguires saltar sobre o muro

Este salto dei eu sobre tudo,
sobretudo sobre enganos e medos
também dei sobre alegrias e
pesadelos
– ainda os tenho –
mas saltar já é uma arte
salto para ficar alerta e não temer
estatelar-me em alguma
estrela lá no mar

Assim, de saltos e sobressaltos
vôo bem alto
vou ao encalço, febril
- bem distante –
de quem levou-me em sonhos
a sonhar em novos tons,
tons de março, quase abril
Rogério Viana
Enviado por Rogério Viana em 04/03/2005
Código do texto: T5697
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rogério Viana
Curitiba - Paraná - Brasil, 68 anos
190 textos (43281 leituras)
2 e-livros (8647 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 18:30)
Rogério Viana