Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FLOR _ bela... poema

Pode parecer um poema "lamecha"
(como se diz na minha esquina)
eu sinto-o como me reconheço
ao tempo dos primeiros versos...
“Naif” e apaixonado.
Se algo não mudou é a paixão
por essa poesia que se eterniza
até só pela entrega de uma…


                            [ Flor ]

Expurguei
a loucura no coração
e o grito numa lágrima.
Concebi
uma paixão na alma
e um pranto de raiva.
O sonho foi
beber-te num lírio
ou numa névoa
desflorada;
Foi amar-te,
bela flor,
na tua própria alvorada.

Do sonho ficou,
em bruma,
esta dor
difusa e espelhada;
uma imagem incolor;
Ficou o não ser
este corpo o eleito
ai!, nem este peito.
Ficou o cuidar minha
a pele branca
que essa Florbela
espanca.


_____________________LuMe
Luis Melo (www.lumelo.com)
Luis Melo
Enviado por Luis Melo em 12/10/2005
Reeditado em 12/10/2005
Código do texto: T58958
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Luis Melo
Portugal, 59 anos
64 textos (2257 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 06:36)
Luis Melo