Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Devagar

Presa, contida

escorreu devagar

percorreu seu poros

poças no deserto.

Desceu quente pelos lábios

fria no queixo.

Beijo sua boca

contenho as que vem

o que foi e não se foi

gostos

sal.

Mergulhei fundo

toquei o chão

a areia

você...

As lágrimas tornam-se

suor

o medo volta.

Acordo, escuro

algo me comprime.

Eu sinto de novo seus lábios

e o sono vem...

devagar
Wesley
Enviado por Wesley em 14/10/2005
Código do texto: T59499
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Wesley
Ribeirão Preto - São Paulo - Brasil, 30 anos
5 textos (133 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 10:29)