Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Solidão que nada

Que solidão, que nada,
como pode haver solidão,
se temos o cigarro amigo,
o velho e camarada Jonhy...
Ah... Um copo, dois copos
e a solidão se afasta!!
Um abraço apertado meu caro Walker.
Paulo Caetano
Enviado por Paulo Caetano em 16/10/2005
Reeditado em 16/10/2005
Código do texto: T60225
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paulo Caetano
Canoas - Rio Grande do Sul - Brasil, 54 anos
24 textos (4185 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 02:14)