Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

soneto 09

-É o tédio! Você me diz enquanto bocejo.
-Não é mais que a própria vida. Digo eu
traçando à mão a curva dos seus seios.
Meu rosto já queimando, colado ao seu.

Não é o tédio o que me desata o medo.
Já me acompanha há anos a melancolia.
Esse anjo negro que há tempos cortejo,
não me ofende nem ao menos angustia.

Não lastimo essa tristeza que floresce
uma rosa ao dia dentro da minha vida.
se posso apoiá-la e a mim no seu peito.

Em meio ao triste jardim que apodrece,
vou desatar essa fortuna do meu jeito
e guardo pra você a parte mais querida.
Jorge Ferreira
Enviado por Jorge Ferreira em 19/10/2005
Reeditado em 19/10/2005
Código do texto: T61186
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jorge Ferreira
Salvador - Bahia - Brasil, 39 anos
5 textos (94 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 14:28)
Jorge Ferreira