Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eu


Sou como a árvore que expande seus galhos desordenadamente
E generosa, abriga e alimenta os pássaros,
Com o intuito furtivo de que espalhem no campo sua semente.

Sou, talvez, como um vaso delicado de violetas,
Que precisa de cuidados, ainda mais delicados,
Para que desdobre suas pétalas, como asas de borboletas.

Posso ser, porque não, como uma nuvem mutante,
Afluindo entre ventos perfumados
Ou esbravejando em trovão retumbante.

Às vezes, gostaria de ser, uma travessa criança
Que não camufla rancores passados,
E não um adulto sem grande esperança.

Ly Sabas
Enviado por Ly Sabas em 21/10/2005
Reeditado em 07/09/2008
Código do texto: T61844
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ly Sabas
Osasco - São Paulo - Brasil
228 textos (15785 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 14:51)
Ly Sabas

Site do Escritor